quinta-feira, abril 26, 2012

A frô que desabrocha

Na quarta-feira do dia 18 de abril, aconteceu a apresentação do espetáculo O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá, no Theatro Treze de Maio. Aos poucos, vimos crianças, adultos, jovens, bebês, vovôs e vovós tomarem seus lugares nas poltronas para compartilhar um precioso momento. Dizemos precioso, pois é o termo que achamos mais plausível para tratarmos do que foi a apresentação.

Foto: Eduardo Ramos

Um amor impossível, por se tratar de um gato apaixonado por uma andorinha. Porém, possível na cabeça fantasiosa de uns e outros, que torciam para que o romance desse certo. As regras impostas por um parque, que não são desbancadas desde os animais mais ancestrais, mais uma vez passam por cima do desejo. Um belo exemplo, sutil e sensível, do que vivenciamos no "mundo em que a gente véve", como já diriam Rouxinol e Pomba, ao final do espetáculo, ao cantarem a música que vem como um fio de esperança e uma vontade de revolução.

Foto: Eduardo Ramos

"Fica a dica!", já diria a Velha Coruja, sobre a tal revolução, aquela que ela sente saudades, que não acontece desde os tempos mais remotos, desde que o mundo é mundo, desde que as princesas se casavam com os alfaiates. Mas falando em Velha Coruja, podemos falar em uma dose (indicada para todas as idades e sem contraindicações) de humor, que veio com a noite e com o Outono, e que divertiu o momento em que a Lua apareceu.

Foto: Eduardo Ramos

Para fazer dupla com a mais sábia dos bichinhos, vem também a "caliente" e dramática Vaca Mocha, que com seu sotaque espanhol, ensina em que língua queiram o que deve e o que não se deve fazer... Segundo as velhas leis, é claro. Da Andorinha, ficou o encanto (porque o canto não é seu ponto forte!). Para o Gato, ficou a beleza e, consequentemente, a vaidade. Para a Pomba, a paixão, o fracasso, e o frio. Seu amor foi voar, não é? E para o Rouxinol, um suspiro apaixonado, porém não correspondido...

Foto: Eduardo Ramos
Para nós, um sorriso estampado no rosto. E para você, um grande abraço de muito obrigado, por ter comparecido, por ter feito isso tudo possível e, principalmente, porque ao estar lá, você cuida de uma frô com a gente, e faz frô desabrochá...

Foto: Eduardo Ramos
Boa semana a todos!

2 comentários:

  1. Ah, pessoal... é tão lindo que faltam palavras. Amo demais este espetáculo e seus atores maravilhosos!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Scully,
    Tenha certeza de que realizamos nosso trabalho com tanto carinho quanto emanam as suas palavras...
    Abraços!

    ResponderExcluir