Teatro Por Que Não?: MOSAICO 2013 - Oficina de mamulengo: da construção à manipulação

sexta-feira, abril 26, 2013

MOSAICO 2013 - Oficina de mamulengo: da construção à manipulação

O MOSAICO 2013 apresenta a Oficina de mamulengo: da construção à manipulação, com os atores, diretores e professores de teatro Cristiano Bittencourt e Marcele Nascimento, do TUI - Teatro Universitário Independente.


A oficina buscará desenvolver técnicas pertinentes à construção e manipulação de Bonecos, como os tradicionais mamulengos, fantoches de vara ou luva, dedoches e bonecos chineses ou bonecos gigantes. A oficina acontece na sexta-feira, dia 17 de maio (feriado!) e no sábado, dia 18, e o investimento é de apenas R$30,00!

Quer se inscrever? É muito fácil! Acesse o formulário aqui, preencha os campos necessários e saiba quais são os demais procedimentos!

O que? - Oficina de mamulengo: da construção à manipulação, com Cristiano Bittencourt e Marcele Nascimento - TUI - Teatro Universitário Independente
Quando? - Sexta, 17 de maio, das 14h às 19h e sábado, 18 de maio, das 9h às 12h
Onde? - Espaço Cultural Victorio Faccin (Duque de Caxias, 380)
Investimento? - R$30,00
Nº de vagas? - 15
Público-alvo? - Atores, educadores e público geral
Inscrições? - Nesse link, até o dia 16/05 ou até o preenchimento das vagas

Ainda não tem certeza? Então conheça um pouco mais do trabalho dos oficineiros!

Marcele em O último espetáculo desta Terra - Foto Divulgação Grupo TUI

Os títeres como os homens, têm uma história. Sempre viveram juntos. É possível que o homem das cavernas, à luz das fogueiras, tenha feito movimento com as mãos, formando bichos contra as paredes do quarto como gostávamos de fazer na meninice. A origem dos fantoches, no entanto, perde-se na noite dos tempos e a sombra das mãos é apenas uma suposição (Borba filho, 1987.p.9).

O teatro de bonecos é uma tradição popular desde o princípio das civilizações. Não se pode determinar a sua origem precisa, mas pelo estudo realizado por Borba Filho (1987) conclui-se, que as mais antigas referências a cerca deste teatro foram apontadas na China e na Índia do século XI, onde se encontraram evidências da presença do teatro de sombras e de bonecos de fios, manipulados por artistas populares, com textos improvisados. Para Borba Filho (1987) a palavra marionete vem de Marion, diminutivo de Marrie, pequena figura de madeira ou de papelão, onde uma pessoa a faz mover com a ajuda de fios ou de molas. Esta prática foi utilizada na Europa da Idade Média e tornou-se popular no mundo inteiro. Por mais variadas que sejam as formas e os materiais utilizados para produzir os bonecos, estas formas de expressão apresentam várias semelhanças.

Cristiano e Marcele em A Ida ao Teatro - Grupo TUI - Foto Divulgação TPQN?

Com base neste entendimento estruturou-se a oficina de Mamulengo: da construção à manipulação que buscará desenvolver técnicas pertinentes à construção e manipulação de Títeres. Com a carga horária de 8h, divididas em dois encontros, as técnicas possíveis de serem investigadas são: tradicional mamulengo, fantoche de vara ou luva, dedoche, boneco chinês ou boneco gigante.

Cristiano Bittencourt
Ator, diretor e cenotécnico do Teatro Universitário Independente – TUI, com experiência em mamulengos e bonecos populares adquirida no Núcleo de Investigação e Criação Teatral – NICT, grupo em que atuou por 4 anos desenvolvendo pesquisas em ateliê de bonecos e elementos da cultura popular. É pedagogo e seus trabalhos e pesquisas permeiam o campo das artes, em específico o teatro e a cultura popular brasileira.

Cristiano e Marcele mandando ver nos trabalhos artesanais

Marcele Nascimento
Bacharel Artes cênicas pela UFSM e Licencianda em Teatro, atriz e técnica do Teatro Universitário Independente – TUI, possui experiência em bonecos desde 2008, momento em que criou um espetáculo-solo, pesquisando o ator, bonecos, máscaras e elementos da cultura popular brasileira.

Conheça a programação completa do MOSAICO 2013 e saiba o que está por vir!

Nenhum comentário:

Postar um comentário