Teatro Por Que Não?: Amanhã Foi Outro Dia mais uma vez

terça-feira, outubro 29, 2013

Amanhã Foi Outro Dia mais uma vez

Depois de uma excelente estreia, com casa lotada e ótimas energias, o primeiro espetáculo em parceria entre o Teatro Universitário Independente (TUI) e o Teatro Por Que Não? volta ao palco do Espaço Cultural Victorio Faccin para mais uma apresentação.




Amanhã Foi Outro Dia  teve sua dramaturgia construída com livre inspiração no texto Quando as Máquinas Param, do autor brasileiro Plínio Marcos. Adaptado ao contexto de um casal no início dos anos noventa, a peça aborda as dificuldades da vida a dois frente ao péssimo panorama financeiro do Brasil. Questões como o desemprego, o aborto, as dívidas, entre outras situações, transformam as convicções e atitudes do homem em meio as dificuldades da vida em sociedade.




Sinopse
O espetáculo aborda quatro dias na vida de Joana e Ezequiel, um casal brasileiro nos primeiros anos da década de noventa. As contas, o orgulho, a fome, o aborto, o respeito, a fé. Situações que envolvem duas pessoas, duas idéias, dois pontos de vista. Quando as máquinas param, o amor se depara com as próprias promessas.




Ficha Técnica
Direção: Felipe Martinez
Elenco: Cristiano Bittencourt e Marcele Nascimento
Figurinos: Luiza De Rossi
Cenário: Cristiano Bittencourt, Felipe Martinez, Luiza De Rossi e Marcele Nascimento
Objetos cênicos: Aline Ribeiro, Cristiano Bittencourt, Felipe Martinez, Luiza De Rossi e Marcele Nascimento
Iluminação: Felipe Martinez
Trilha sonora: Felipe Martinez e Juliet Castaldello
Operação de som: André Galarça
Colaboração: André Galarça e Roosi Zannon
Duração: 60 minutos
Classificação: 14 anos




O QUE? Espetáculo adulto Amanhã Foi Outro Dia, dos grupos TUI e Teatro Por Que Não?
ONDE? Espaço Cultural Victorio Faccin (Rua Duque de Caxias, 380. Bairro Rosário)
QUANDO? Sexta-feira, 01 de novembro de 2013
HORÁRIO? 20h30
QUANTO? Antecipados: R$10 - Na hora: R$14 (entrada inteira) e R$7 (meia entrada - estudantes e idosos)


Fotos: Eduardo Ramos

Nenhum comentário:

Postar um comentário