Teatro Por Que Não?: Último voo da Andorinha...

terça-feira, agosto 04, 2015

Último voo da Andorinha...

Sim, meus caros...

Em breve encerraremos o espetáculo O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá e não podemos deixar de agradecer a todos que prestigiaram, riram, choraram e cantaram junto com os animais da floresta desde a estreia até hoje.

Para fechar com chave de ouro convidamos você para assistir a nossa última apresentação!



Sobre o espetáculo

Livremente inspirado na obra de Jorge Amado, o espetáculo mostra a transformação das criaturas sob a influência do amor, num desenrolar de declarações que permeiam as quatro estações. Gato e andorinha, espécies que originalmente vivem em descompasso, apaixonam-se e degustam de uma melodia que aos poucos é interferida pelos ruídos do restante da população que vive no parque.

Com cor, brilho, música e poesia, quatro atores contam e cantam a história do parque onde acontece a trama, através do texto e de uma trilha sonora criada especialmente para a peça, e executada ao vivo pelos atores. Com violão, banjo e instrumentos percussivos, unidos as vozes das distintas personagens, as letras e melodias invadem o espaço cênico, propondo ao público que cante junto e vivencie também momentos de descontração. 

Há também, na cenografia e no figurino, o uso de sucata como matéria-prima, fazendo com que a reciclagem se torne o mote da criação estética desses elementos. Embalagens plásticas, papelão usado, frascos descartáveis, dentre outros materiais, constituem todo o cenário da peça, pensando na poética que o lixo propõe quando é reutilizado para diversos fins e, dentre eles, está o fazer teatral.

Divulgação TPQÑ?

Anota aí na agenda e não perca!

O QUÊ? O GATO MALHADO E A ANDORINHA SINHÁ
QUANDO? 08 de agosto (sábado)
ONDE? no Espaço Cultural Victorio Faccin (Rua Duque de Caxias, 380)
QUANTO? R$ 16,00 (para público geral), R$ 8,00 (estudantes, idosos e crianças até 12 anos)
* Crianças com menos de 5 anos NÃO pagam

Divulgação TPQÑ?

Contamos com a sua presença!

Nenhum comentário:

Postar um comentário