terça-feira, junho 20, 2017

Finaleira de Curso - Módulo I - Turma Noite

Como eu tinha falado no antes (não sabe do que eu to falando? clique aqui!), estamos na reta final do Curso de Teatro

Fiz a mesma entrevista com essa galera dessa turma, mas será que tiveram a mesma impressão?

Olha só:

Turma Módulo I - Noite - instrutor André Galarça

Strike a pose! - Mas não estão todos... ainda tem mais gente

Os entrevistados da vez foram: Rafael do Santos (27 anos, desenvolvedor de software), Luize Bolzan (21 anos, acadêmica de Direito) e Marta Ketz (62 anos, aposentada)

Por que vocês escolheram fazer um curso de teatro?

Rafael – Eu queria fazer uma atividade diferente da que eu venho desempenhando, tinha curiosidade também e para trabalhar a questão da expressividade.

LuizeEu também queria fazer algo diferente porque faz tempo que eu tava envolvida só com a faculdade e aí eu não fazia nenhuma outra atividade que envolvesse principalmente a expressão e um pouco também por timidez, porque eu ainda tenho um pouco de dificuldade de interagir e aí a experiência tá fazendo com que eu fique um pouco mais aberta. 

MartaBom, eu sempre gostei de teatro e como eu me aposentei, queria fazer alguma coisa. Foi uma atividade que achei boa de fazer. 

E o curso tá atingindo as expectativas de vocês?


Marta - Sim. Eu tô gostando muito, achando muito bom porque exatamente ele desenvolve essa área da expressividade, da comunicação, várias coisas, não só a questão do teatro mesmo, vai além dele.

Luize  Também achei que tá atingindo os objetivos. Eu acho que cada aula eu sinto que evoluí um pouco, especialmente em questão de postura, de expressão corporal, de voz... em vários âmbitos eu vi muita melhora e, relacionando a minha profissão, eu vou ter que me expressar muito em audiências, em júri...

RafaelSim, o curso tá atingindo as expectativas, cada aula que passa, eu, pelo menos, sinto um pouco mais essa questão da consciência corporal que vamos adquirindo, eu tenho adquirido... a questão do improviso, no início pra mim foi um choque, mas cada aula eu me sinto mais confortável. E é uma questão bem importante pro dia-a-dia, porque muitas vezes a gente se coloca em situações que tu não tem um roteiro, um script, então tu tem que agir rápido. 

Luize – Tem uma coisa até que eu não esperava: o teatro tá fazendo com que eu desenvolva a minha criatividade, que é algo que a minha profissão não desenvolve muito.

MartaE ainda a gente se surpreende de como a gente é criativo, porque tu pensa de quando a gente tinha que fazer aquela cena assim, sem nada, né? Só duas pessoas ali, só com o tema e tu acabava fazendo. É tão interessante isso aí... 

Luize – Eu achei que seria assim: eu já tinha tido algumas aulas de teatro no Ensino Médio e era uma peça, com o texto pronto, personagem pronto e tu fazia conforme o roteiro e aqui não, sabe? Então não era uma coisa que eu esperava aqui, desenvolver a criatividade.


Como é que tá o processo de finalização do curso? Estão fazendo cenas com as improvisações? O que a gente pode esperar da apresentação de vocês?

Rafael – Nós estávamos trabalhando cenas em dupla e também em grupo. A gente tá se aproximando do final, acredito que a galera tá bem focada, vai ser legal, tô com expectativa boa.

Luize – É, cada aula agora a gente tá desenvolvendo um pouco mais, né? As cenas cresceram, quando elas nasceram eram quase nada e agora a gente tá desenvolvendo cada vez mais e acho que vai ter um resultado bom, tá sendo bem divertido. 

MartaÉ bem isso que ela falou mesmo, que no começo a gente começou com pouca coisa, quase nada, e agora foram crescendo, as cenas estão melhores e cada vez que tu vai fazer a cena, tu acrescenta mais alguma coisa, muita criatividade de todo grupo, até a gente vai inventando, vai modificando e acho que o formato vai ficar bem bom. 

Vocês tem intenção de continuar com os próximos módulos? Recomendariam o curso? Para quem?

Marta – Inclusive meu filho já vai começar no próximo semestre. Já recomendei pra ele, ele é formado em Direito e também acho que é muito bom pra ele, independente dessa questão de representar ou não, como nós falamos, pro desenvolvimento pessoal. Eu recomendo muito e quero fazer todos os módulos. Quero ver se consigo ir até o final.

Luize – É, eu quero continuar, se tiver disponibilidade de horário, com certeza eu vou continuar no módulo II e recomendo a experiência para todo mundo, sem discriminação. Acho que qualquer pessoa vai tirar algo de bom das aulas de teatro. 

RafaelEu também tenho a intenção de continuar até o quarto módulo, espero que dê certo os horários e com certeza recomendo pra todo mundo, vim por recomendação. Não só por recomendação, já tinha uma ideia, mas uma pessoa me recomendou fortemente, uma aluna aqui do curso que tá no módulo III. E com certeza recomendo para todo mundo. 

Dê um recadinho para o prof.

Rafael – O prof. André tem muita dedicação, ele consegue passar as dicas pra ti fazer melhor, mas sem desconsiderar o que já foi feito, ele tem essa habilidade de considerar todos os pontos, por mais que ainda falte ou tenha coisas a acrescentar, que na verdade sempre tem, ele tem essa questão de sempre valorizar bastante tudo o que é feito, isso que eu acho bem legal dele.

Luize – Eu admiro muito o André, gostei dele desde o primeiro dia tanto como pessoa como professor e toda aula a gente aprende muito com ele. Acho que é bem isso assim, ele consegue passar as lições pra gente, dar críticas construtivas ao mesmo tempo deixar a aula muito divertida, então só tenho a agradecer. 

MartaEu acho ele ótimo, inclusive não me conformo que ele não vai dar mais o próximo módulo, eu digo pra ele isso, porque ele é assim, uma pessoa que trata todos iguais, é impressionante como ele consegue levar a turma de uma maneira bem unida, sem nenhuma diferença e consegue passar todos os ensinamentos e mesmo que tu faça uma coisa errada, isso não vem ao caso, é interessante a maneira como ele faz, eu acho muito bom.

RafaelSó gostaria de complementar que talvez eu seja professor também, tô fazendo um curso de formação de professores e o André é uma pessoa que me espelho nessa questão de como trabalha com aluno, um ótimo exemplo que vou levar.

Óia as ricas carinhas! É o Rafael, a Marta e a Luize

Ai que lindooooos! Muito obrigada pelo feedback  de vocês, é enriquecedor para o nosso trabalho!

Ai Aline, eu quero assistir o pessoal do Módulo I, #comofaz?

Ai ai ai ai... dessa vez vou ficar te devendo, sabe por que? Porque a finalização dos Módulos I é uma apresentação fechada, só para os alunos mesmo.

Má por que???

Porque entendemos que o primeiro contato com o teatro pode ser um momento mais íntimo que faz com que as pessoas não se sintam à vontade em apresentar para um público que não é conhecido. O que fazemos é uma grande reunião com todos que fizeram o Módulo I para uma troca de experiências, para um conhecer o trabalho do outro, sem neuras ou preocupações, pois essa é nossa meta: mostrar que todos podem fazer teatro, basta querer!

Mas não fica triste, não... Ainda teremos outros módulos que vão abrir seus trabalhos para toda Santa Maria City! Fique ligados na nossa agenda!

Fiquem ligados também que em breve abrirão novas turmas para o segundo semestre é só continuar nos seguindo aqui e nas nossas redes sociais!

P.S.: Por que raios André quis morder o joelho????? Mistéééééééééééérioooo...


Nenhum comentário:

Postar um comentário