Teatro Por Que Não?: Pobre, Preto e Puto no EM CARTAZ 2017!

quarta-feira, outubro 25, 2017

Pobre, Preto e Puto no EM CARTAZ 2017!

Olá pessoas! 

Como vocês podem ver aqui na nossa programação, o EM CARTAZ 2017 está começando a entrar na reta final e na altura do momento não podemos nem pensar em parar, né non?

A atração dessa semana é pra lá de especial e super emocionante!

Em agosto deste ano, o movimento negro aqui de Santa Maria perdeu um dos seus maiores ativistas: Nei D'Ogum, que não ficava quieto quando o assunto era lutar pelas causas negras, gays e trans. 

Para contar essa trajetória de luta, a Pé de Coelho Filmes fez um documentário onde Nei abre os nossos olhos em dizer como é ser "pobre, preto e puto" em uma sociedade minada pela intolerância racial, social e religiosa que é o nosso país. Um momento de reflexão para olharmos ao próximo e para os nossos próprios atos afim de buscar uma sociedade mais justa e melhor para as próximas gerações. 

Foto: PPP

POBRE, PRETO E PUTO

SINOPSE

Nei D'Ogum é batuque, é sexo e é negritude.
É amor e contradição.
Um guerreiro das causas negras, gays e transexuais.
Ele é a própria causa.
Autodefine-se: "pobre, preto, puto".


FICHA TÉCNICA

Direção e roteiro: Diego Tafarel
Produção Executiva: Alessandro Montelli
Direção de fotografia: Lucas Ferreira
Direção de arte: Clarissa Virmond
Produção: Gui Carpes, Maiara Fantinel, Évelyn Bartz
Montagem: Diego Tafarel, Zé Corrêa
Finalização: Lucas Ferreira
Som direto: Gui Carpes
Trilha Sonora: Robson Bittencourt
Desenho de som: Lucas Ferreira
Apoio Cultural: Marta Nunes e Angelica Fonseca
Uma produção de Pé de Coelho Filmes e Estúdio Azul.

Pobre, Preto e Puto está rodando o país e o mundo. Só para se ter uma ideia, o filme já participou dos seguintes festivais (prepara para respirar, pois é uma lista imensa e não para de crescer):

*Já foi exibido pelo Canal Brasil, foi vencedor do 44º Festival de Cinema de Gramado, na categoria Melhor Produtor Executivo e do Prêmio Assembleia Legislativa - Mostra Gaúcha de Curtas. Foi premiado no Festival de Cinema de Três Passos, na categoria Melhor Curta Documentário.

Fez parte da seleção oficial:
Da Mostra de Curtmetratges per la Identitat, em Barcelona/Espanha,
Do 27º Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro,
Da Muestra Internacional de Cine Documental Central-Doc Tlaxcala, no México,
Do CineUrge - Festival de Cinema de Cornélio Procópio, no Paraná,
Do III Festival Audiovisual Vera Cruz FAVERA, em Goiás,
Do Festival de audiovisual de Belém - FAB,
Do 14 Curta Santos de São Paulo,
Do Festival Internacional de Cinema Independente - FESTICINI, em São Paulo,
Da Mostra Cine Redemoinho, em Angra dos Reis/RJ,
Do Outfestperu Festival de Cine Gay, Lésbico, Trans, Bi, em Lima/Peru, 
Do TAFFNY - The Americas Film Festival New York, em New York/EUA, 
Do Cine Jardim - Festival de Cinema de Belo Jardim, em Belo Jardim/PE,
Da Mostra Outros Cinemas, de Fortaleza.
Do 1º Festival de Cinema de Lajeado/RS,
Do Short Movie Clube, em Minsk, na Bielorússia,
Do 12 Months Film Festival, na Romênia,

Selecionado no Bucharest ShortCut Cinefest, em Bucareste, Romênia, no Festival Pilas en Corto, em Pilas, na Espanha. Selicionado para o Andalesgai Festival de Cine Lésbico, Gay, Bisexual y Trans de Andalucía, em Sevilla - Andalucía, no FIM Festival Imagem-Movimento, em Macapá/AP.
Foi exibido pelo Latino and Iberian Filme - Festival at Yale - LIFFY, em New Haven, Connecticut e pelo Cine a la Calle, em Barranquilla/Colômbia. Foi exibido na Espanha, em Bilbao, no ZINEGOAK,

Pobre Preto Puto recebeu menção especial no Festival Internacional Hacelo Corto, em Saladillo, Argentina e recebeu Prêmio da Crítica e Menção Honrosa no 8º Festival Internacional de Cinema da Fronteira, em Bagé/RS. Foi selecionado pela 11ª Mostra Cinema e Direitos Humanos, e, por isso, exibido nas capitais de todos os estados brasileiros e no Distrito Federal! 

Foto: PPP


Acompanhe a trajetória do filme aqui!

Nesta sexta-feira, além da exibição do filme, teremos uma roda de conversa com Marta Nunes, do coletivo ARÁ DUDU e Luiz Henrique Coletto, do Coletivo Voe. Um evento que não dá para deixar passar batido, néam?

EXIBIÇÃO DO FILME POBRE PRETO E PUTO + RODA DE CONVERSA no EM CARTAZ 2017
27 de outubro de 2017 - às 20h30
Espaço Cultural Victorio Faccin
Rua Duque de Caxias, 380 
Ingressos: GRATUITO 
(retirada a partir do dia 25 de outubro, no Espaço, 
das 9h às 12h e das 14h às 18h) 

Corre que o Espaço tem capacidade máxima de 90 pessoas. Se não puder pegar antes, peça para teu amigo ou algum conhecido para dar uma passada aqui no Espaço - ele poderá pegar até 3 ingressos. 


Contamos com a sua presença!

Até a próxima!




Nenhum comentário:

Postar um comentário