Nossa História

2019

 

  • Fomos selecionados, no edital Apoio à Produção Artística e
    Cultural
    de Santa Maria, que tem o financiamento do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, que levou o espetáculo Amores aos Montes a escolas de regiões periféricas da cidade.

  • Fomos contemplados novamente pela Lei de incentivo a Cultura (LIC/SM) com os projetos EMCARTAZ e Mundo Infantil, para montagem do novo espetáculo infantil O Circo do Mundinho Feliz.

  • Participamos do Festival Nacional de Teatro de Chapecó (PR), abrindo a programação com o espetáculo Amores aos Montes. Com o mesmo trabalho fomos selecionados, para a VI Semana de Teatro de São Lourenço d´Oeste (PR).

  • Fomos contemplados com o  edital FAC Teatro Hoje: Serafim Bemol. da Secretaria de Cultura do Estado do Rio Grande do Sul, para a montagem do espetáculo Pode ser o leiteiro lá fora, de Caio Fernando Abreu, com estreia prevista em 2020, ano em que o Por Que Não? completa 10 anos de atividade. 

Espetáculo "O Circo do Mundinho Feliz" - Foto: Walesca Timmen

Elenco se preparando para apresentação de "Amores aos Montes " em Chapecó (PR) - Foto: Arquivo TPQÑ?

2018

  • Com a apresentação do Ministério da Cultura e financiamento da Lei Rouanet, voltamos à produção de festivais e lança a primeira edição do ENTREVERO – Festival Internacional de Teatro de Santa Maria. A primeira edição do projeto contou com artistas locais, nacionais e internacionais em uma semana de programação amplamente ofertada à comunidade, que ocupou diversos espaços culturais. 

  • Firmamos mais um protocolo de intercâmbio, desta vez com a Cia Folha de Medronho, de Loulé – Portugal.

  • Fomos novamente contemplados com a Lei de Incentivo à Cultura do Município de Santa Maria (LIC/SM), para a segunda edição do EMCARTAZ e para a circulação do espetáculo Amores aos Montes em praças, escolas, largos e feiras da cidade.  

O Espetáculo da Bailarina Perneta, da Cia Fita Crepe, de Novo Hamburgo - RS, participando do festival ENTREVERO - Foto: Walesca Timmen

Say Hello para o Futuro participando do evento EM CARTAZ- Foto: Walesca Timmen

2017

  • Realizamos, com o financiamento da Lei de Incentivo a Cultura de Santa Maria, a primeira edição do projeto EM CARTAZ, oferecendo à comunidade programação continuada no Espaço Cultural Victorio Faccin e ainda fomentando as produções locais nas áreas de teatro, música, dança e artes visuais. 

  • O espetáculo Amores aos Montes realizou um circuito pela região central do estado, através do projeto Rio Grande no Palco, promovido pelo SESC/RS.

Espetáculo "Amores aos Montes", com o primeiro "porque baby" do grupo- Foto: Arquivo TPQÑ?

2016

  • Com o espetáculo Say Hello para o Futuro, participamos pela terceira vez do PERIFERIAS e do FITA - Festival Internacional do Alentejo, com apresentações em Beja e Grânola, também em Portugal.

  • Fomos contemplados com a Lei de Incentivo à Cultura do Município de Santa Maria (LIC/SM), para a segunda montagem com espetáculo de autoria própria: Amores aos Montes

O grupo todo reunido no Castelo dos Mouros, em Sintra (Portugal) para a terceira participação no PERIFERIAS - Foto: Arquivo TPQÑ?

2015

  • Estreamos o nosso primeiro espetáculo feito com dramaturgia própria: Say Hello para o Futuro, com novos integrantes no grupo. 

Espetáculo "Say Hello para o Futuro" - Foto: Arquivo TPQÑ?

2014

  • Lançamos, junto ao grupo TUI, a campanha Um Palco Sem Cupim e um Teto que Não Caia em Mim, que previa a reforma do Espaço Cultural Victorio Faccin, através de financiamento colaborativo na plataforma Catarse. O projeto obteve êxito, alcançando 144% de sua meta inicial com o apoio de aproximadamente 400 pessoas, empresas, coletivos artísticos e entidades.

  • Participamos pela segunda vez do PERIFERIAS - Festival Internacional de Artes Performativas de Sintra – Portugal com o espetáculo Travessias. 

Registro da reforma da nossa sede Espaço Cultural Victorio Faccin - Foto: Arquivo TPQÑ?

2013

  • Devido ao importante trabalho desenvolvido na cidade, o integrante Felipe Martinez foi agraciado com a Medalha do Mérito Teatral Edmundo Cardoso, homenagem da Câmara Municipal de Vereadores que também concedeu ao Por Que Não? uma moção de reconhecimento a atuação do grupo na cidade de Santa Maria, bem como a prática de internacionalização da arte.

  • Começamos as nossas atividades com o Curso de Teatro, que até hoje já atendeu em torno de 1000 pessoas, entre crianças, jovens e adultos. 

  • Montamos o espetáculo Amanhã foi Outro dia, em conjunto com o Teatro Universitário Independente (TUI).

Primeira turma ( experimentação) do Curso de Teatro, com a montagem do espetáculo "Elvira do Ypiranga"  - Foto: Arquivo TPQÑ?

2012

  • Participamos da 2º Mostra Universitária do Espaço Elevador - São Paulo (SP) com o espetáculo Fim de Partida

  • Fomos convidados pelo Teatro Universitário Independente (TUI) para dividir a administração do Espaço Cultural Victorio Faccin, nossa sede atual. 

  • Firmamos um protocolo de intercâmbio cultural com o Centro de Difusão Cultural Chão de Oliva, de Sintra - Portugal. Por intermédio deste protocolo, participamos do PERIFERIAS - Festival Internacional de Artes Performativas de Sintra – Portugal. Na primeira ocasião, o grupo foi contemplado no Edital Intercâmbio e Difusão Cultural do Ministério da Cultura do Brasil.  Além da apresentação em Sintra, também apresentamos em Lisboa com a parceria da Universidade Nova. 

Primeira ida à Portugal  para a participação do Festival PERIFERIAS - Foto: Arquivo TPQÑ?

Registro da nossa participação na Mostra FRINGE do Festival de Teatro de Curitiba (PR) (2011) - Foto: Arquivo TPQÑ?

2011

  • Participamos de eventos importantes como a Mostra FRINGE do Festival de Teatro de Curitiba (PR) e o 3º Festival Nacional de Teatro de Goiânia (GO), onde levamos os prêmios de Melhor Maquiagem e Melhor Ator Coadjuvante pelo espetáculo Fim de Partida

  • Nasceu o MOSAICO - Mostra Artística Independente, evento que por 5 edições serviu de plataforma para apresentações de artistas locais , nacionais e internacionais para a comunidade santa-mariense.

2010

  • Surgimento do Por Que Não?, com os espetáculos: O Abajur LilásFim de PartidaO Afogado Mais Bonito do MundoGabriela Cravo e Canela e Aquele que Diz, oriundos de processos realizados dentro da UFSM (Universidade Federal de Santa Maria). 

  • Em julho, participamos do 23º
    Festival Internacional de Teatro Universitário de Blumenau (SC), com o Abajur Lilás e fomos contemplados com os prêmios de Melhor Direção e Melhor Atriz

O Abajur Lilás (2010) - Foto: Gerardo Martinez

© 2019 por Teatro Por Que Não?